Tudo o que aconteceu no episódio 17×12 de Grey’s Anatomy

MISERICÓRDIA!

É com essa palavrinha que começamos esse resumão. Só que antes, vamos lembrar o que nos diz a sinopse:

” Maggie está preocupada com Winston enquanto tenta tratar um paciente ferido nos protestos de Seattle. Enquanto isso, Levi é testado por uma emergência, e os médicos lutam para tratar um paciente que não acredita no Covid.”

Resumo do episódio 17×12 de Grey’s Anatomy:

O episódio já se inicia com Jackson fazendo sua corrida matinal em meio aos protestos Black Lives Matter que acontecem em Seatlle devido a morte de George Floyd. Devo confessar que meu peito se encheu de orgulho por ver a minha série do coração trazendo esse triste fato que ocorreu e que mexe até hoje com a gente.

Cormac observa todo orgulhoso os filhos fazendo cartazes para o protesto, ele até os acompanha na manifestação, só que é ferido na cabeça precisando de alguns pontos.

E a atração especial deste episódio chega ao hospital. Phylicia Rashad, irmã de Debbie Allen, chega ao Grey Sloan com um pedaço de ferro encravado em sua clavícula, sendo muito bem atendida por Richard, Jackson e Cormac que já está de curativo na cabeça. A paciente passa por cirurgia para a retirada do objeto e sua recuperação é bem positiva.

Veja também:

Levi acompanha Meredith na camêra hiperbárica, só que ela não fica sozinha por lá, um outro paciente entra também. No meio do processo esse outro paciente começa a ter complicações, e é nessa hora que Levi começa a relembrar todos os ensinamentos que aprendeu com Meredith, colocando a mão na massa exercendo e mostrando para que veio a este mundo, estabilizando o homem para a alegria de todos.

O atendimento aos pacientes do Covid está cada vez mais crescente, todos estão dando tudo de si, até que chega um ser humano com suspeita da doença. Miranda acaba confirmando essa suspeita e o paciente meio que debocha dizendo que esse vírus não existe, que o tal covid não é real. Miranda respira, sai do quarto e vai para as escadas surtar, poxa vida, ela perdeu a mãe por causa dessa doença e ouvir uma criatura dizer que é irreal é muito revoltante. Ao voltar ela tenta explicar a ele que além de ter testado positivo, ele também tem um coágulo na perna e o homem continua a ignorar todo o quadro clínico em que se encontra. No fim ele rejeita o tratamento, mas acaba passando mal quando estava indo embora, perdendo a vida por complicações do covid e por sua negligência em achar que era o próprio Wolverine.

Uma comoção toma conta de todos devido ao ocorrido com George Floyd. Estão todos tensos e amendrotados, Winston em um determinado momento, tem seu carro parado para uma abordagem policial. É de encher os olhos de lágrimas ver o pavor dele diante disso, o medo de acontecer com ele o que aconteceu com Floyd… Neste momento ele está na linha com Maggie, porém ele intenrrompe a ligação para o desespero da amada. Maggie passa um longo tempo tentando falar com ele já pensando no pior. E é aí que vem mais uma cena revoltante… Winston retorna a ligação da Maggie e conta que seu carro foi todo revirado, a cena de todos os pertences do cirurgião no chão espalhados dá uma raiva tão grande… E saber que vivemos isso todos os dias.

E o episódio termina com a Meredith ainda dormindo sem ajuda dos respiradores e Maggie com Winston se encontrando em um abraço caloroso. 

Episódio forte e necessário para repensarmos como está a nossa postura diante de tudo isso que estamos vivendo. O que eu tenho feito para melhorar como pessoa? O que eu tenho feito para ajudar o meu próximo? Estou protegendo e zelando dos meus?  E com essa reflexão encerramos mais esse resumão do episódio de Grey´s Anatomy.

E se preparem porque na semana que vem vamos ter Merder na praiaaaaaaa. Até mais!

Artigo anteriorQuiz – Qual das meninas de Friends você seria? Faça o Teste!
Próximo artigoNetflix divulga data de estreia da 4ªtemporada de Elite

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui